Página 4 - Informativo Fesp iNova - Nº 3 - Outubro 2012

Uma pesquisa orientada pelo professor mestre Frederico Daia
Firmiano com a participação do bolsista da FAPEMIG, o aluno
de Jornalismo da FESP, Rodrigo do Carmo Castanho e a bolsis-
ta, Rafaela Garcia Silveira aluna do ensino médio do Colégio
Tiradentes, está pesquisando a criminalização do Movimento
dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) no Estado de Minas
Gerais. O projeto toma como referência a CPMI do MST, entre
os anos de 2009 e 2010 e o tratamento dado à questão pela mídia
mineira, especificamente, o jornal “Hoje em Dia”, durante o pe-
ríodo de investigações realizado pelo Congresso Federal.
A escolha por tal veículo, feita pelo estudante Rodrigo Cas-
tanho, se dá pela importância do jornal no contexto político do
Estado de Minas Gerais e ao mesmo tempo, por se constituir
em objeto através do qual é possível refletir as particularidades
do fenômeno da criminalização da luta pela terra e do MST no
estado de Minas Gerais, reforçado pela mídia”, descreve o pro-
fessor Frederico.
A pesquisa parte do reconhecimento da existência de um con-
flito de classes na sociedade, que se expressa no campo brasileiro,
na contemporaneidade, a partir da disputa por diferentes proje-
tos de desenvolvimento, de um lado, o agronegócio, de outro, a
reforma agrária.
APOIO FINANCEIRO: FAPEMIG/PIBIC/BIC Jr
MST no jornal “Hoje em Dia” é tema de pesquisa
A aluna Vanessa Apareci-
da Magri do curso de Serviço
Social da FESP, que é Bolsis-
ta UEMG e orientada pela
professora doutora Andréia
Aparecida Reis Liporoni está
desenvolvendo o projeto “O
exercício da participação so-
cial de jovens universitários:
estudo na Fundação de Ensino
Superior de Passos”. Confor-
me destaca as pesquisadoras,
desde 1988, a Constituição Fe-
deral determina a possibilidade
de participação social através
da participação da sociedade
civil nos conselhos de políti-
cas públicas, nas conferências
municipais e não somente na
concretização da participação
civil através do voto. Dentro
dessa perspectiva, o objetivo
do projeto é analisar a partici-
pação social dos universitários
da FESP nos mandos públicos
da cidade de Passos e o papel
da Universidade no fortaleci-
mento desta participação.
Os dados preliminares obti-
dos por meio de levantamentos
na Prefeitura de Passos mos-
tram que na cidade existem
atualmente 19 conselhos mu-
nicipais em funcionamento,
todos criados a partir de legis-
lação. “Através da literatura
especializada na área da par-
ticipação e através dos estudos
realizados por esta pesquisa
observa-se que a participação
ainda se mostra incipiente, ten-
do em vista que muitos não co-
nhecem os vários canais parti-
cipativos que existem como os
conselhos de políticas públicas,
as conferências, os orçamentos
participativos, focando-se ape-
nas nas eleições, que são obri-
gatórias”, afirma a Andreia.
APOIO FINANCEIRO: UEMG
Estudo avalia atuação
social de universitários