Informativo Fesp iNova - Nº 4 - Outubro 2013 - page 9

Diagnóstico das relações
ecológicas na Canastra
O projeto se propõe a realizar um estudo com-
parativo do perfil da himenopterofauna de insetos pa-
rasitóides, associados aos frutos/sementes de espécies
leguminosas (Familia Fabaceae; Magnoliophyta), elabo-
rando um perfil da abundância relativa e a diversidade
dos grupos encontrados, nas diferentes estações do ano,
frente aos dados climatológicos. Participam do projeto a
professora Dra. Sônia Lúcia Modesto Zampieron (orien-
tadora), o aluno bolsista Tiago Morales Silva e a equipe
do laboratório de Entomologia da FESP/UEMG.
O estudo está sendo executado no Parque Nacional
da Serra da Canastra, entre os municípios de São Ro-
que de Minas, Delfinópolis e Sacramento, e tem como
objetivo identificar a entomofauna parasítica associada
aos frutos/sementes de espécies leguminosas (Familia
Fabaceae; Magnoliophyta) e seus hospedeiros presentes
no local, como subsídio à compreensão das relações eco-
lógicas ali existentes e o estudo do potencial desta fauna
parasitoide no emprego do controle biológico de pragas.
Estão sendo realizas coletas mensais dos frutos en-
contrados dentro da área, ao longo de 12 meses. Os fru-
tos são conduzidos ao laboratório de Entomologia da
FESP/UEMG, onde são acondicionados em frascos e
inspecionados diariamente. As plantas são identificadas
e catalogadas. Os insetos emergentes desses frutos são
identificados e depositados em frascos contendo álcool
a 70%.
O projeto revelará dados importantes sobre relações
ecológicas existentes entre plantas e insetos no bioma
Cerrado que, constantemente tem sofrido impactos,
principalmente de origem antrópica, causando danos
na biodiversidade local. O projeto recebe o apoio logís-
tico do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos
Hymenoptera Parasitóides da Região Sudeste Brasileira
(HYMPAR/Sudeste).
Apoio Financeiro: FAPEMIG.
Projeto científico
desenvolve alternativa de
forrageiras para silos
O projeto “Produção e qualidade de silagem de cereais de
inverno na região de Passos-MG”, desenvolvido através de alu-
nos e professores da Fundação de Ensino Superior de Passos
- FESP, faz parte de um projeto de maior abrangência, “Trans-
ferência de conhecimento e inovação no uso de culturas de in-
verno de duplo propósito para produção e alimentação animal
para o sudoeste mineiro”. Devido a crescente importância dos
cereais de inverno no cenário agropecuarista brasileiro, tradi-
cionalmente utilizado na região sul, observa-se a possibilidade
de expansão para outras regiões como centro-oeste e sudeste.
No outono / inverno há uma carência de alimento que é co-
mumente resolvida pela confecção de silagem. Atrelado a esse
fatore, estudar a viabilidade de utilização de culturas de inver-
no, ainda não tradicionais na região, torna-se um campo a ser
explorado e com possibilidades de resultados satisfatórios para
atender à demanda dos produtores. O projeto foi implantado
na Fazenda Experimental da FESP no ano de 2012 e está na
fase de avaliações.
No momento estão sendo realizadas várias análises labora-
toriais. Assim sendo, o objetivo do trabalho em foco é avaliar al-
ternativas de forrageiras de culturas de inverno para confecção
de silagem, para região de Passos-MG, no Sudoeste Mineiro.
O aluno bolsista da FAPEMIG que desenvolve o projeto é
Sávio Alves da Silva que cursa Agronomia e está no 5º período.
É importante ressaltar que a equipe envolvida é multidiscipli-
nar (vários professores/Instituições) e que estão envolvidos oito
alunos da Agronomia (voluntários): Jéssica Puntel Borges Oli-
veira, Bruna Fernanda Braiani, Júlia Camila de Souza, Thiago
Henrique Vieira de Oliveira, Luiz Henrique de Paulo Cardoso,
José Vinicius Oliveira Resende, Maurício Flávio Soares e o bol-
sista Sávio Alves Silva.
Apoio financeiro: PIBIC / FAPEMIG
informativo fesp inova 04.indd 9
14/10/2013 08:49:32
1,2,3,4,5,6,7,8 10,11,12
Powered by FlippingBook